quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Mia: benção ou maldição?

 Oi, meninas, como estão vocês?

 Bom, eu estou bem até. Meu dia hoje passou bem rápido, ainda bem! E o cardápio não foi tãaaao ruim, acabei miando sim, fazer o que, né, mas continuei firme e não deixei meu dia desandar.

 Sobre a dieta das proteínas, resolvi que não vou fazer ela por enquanto, pois amanhã à noite tenho uma apresentação e depois devo sair com o boy e uns amigos e também vem final de semana, segunda aniversário de namoro, terça feriado, ai já sabem, né? Não vou sair em compulsão, mas vou acabar comendo alguma bobagem, tenho certeza, mas farei o máximo para não estrapolar.

 Sobre o cardápio de hoje, segue abaixo:

 Café da manhã: 250 ml de suco de caju + 1 yogurt ( 83 cals unidade)
 Lanche da manhã: 1 barrinha de ceral

 - comi um hamburguer de forno pois estava morrendo de fome e só saio da aula 14h e acabei miando tudo por conta do arrependimento - GORDA!

 Almoço: 1 ovo cozido +  1 porção de frango  + 2 tomates cereja

 Jantar: Rap 10 ( uma massa integral fininha e deliciosa) com queijo branco e tomate.

  Provavelmente comerei o jantar lá para às 20h.

  Bom, agora vou desabafar um pouco, sabe? A mia está cada vez mais difícil de ser controlada, quero tanto parar, meu namorado me apoia para isso, faço tratamento, mas meu Deus, as vezes a minha vontade é comer, comer, comer e vomitar, por diversão, chega ser bizarro. E fico tão confusa, porque de verdade, queria não vomitar nunca mais, mas penso, se um dia eu for em um rodízio de pizza ou coisa do tipo, não seria perfeito poder comer, comer e comer e colocar tudo para fora depois? Meus pensamentos são um pouco desconexos em relação a isso, acho que tenho alma e corpo de gorda. Vocês que tem mia ( meu caso eu miava 10x por dia), passaram ou passam por essa luta? Como lidam com isso? Sabe, não posso dizer dessa forma as minha psiquiatras e psicologas, porque elas me cercam totalmente, ainda forçam minha mãe a me entupir de comida, as 6 refeições diárias, as milhas de calorias... ahhh. Sabe o problema não é a quantidade até porque como o mundo se deixar o problema é não poder miar e isso me tira do sério, não sei explicar, está meio confuso, me perdoem.

 Vou indo por aqui meninas, beijinhos!

7 comentários:

  1. Oi flor, a mia já foi mais presente na minha vida, assim como voce eu já miei por vontade própria, do tipo, quero comer, comer comer e sei que vou miar tudo depois, mas parei, fui parando aos poucos, depois de um tempo eu não sentia mais aquela sensação de "ufa" sabe, era só nojo, talvez por que a ana é mais forte na minha vida, hoje em dia passo meses até sem miar, e só mio pra me punir. .. já não me parece mais tão bom, sabe, sei que não ajuda muito, mas foi isso que aconteceu comigo
    Eu amo rap 10, super pratico de preparar, o integral é o mais gostoso, mas eu sempre compro o light!
    Um beijo flor!

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Vi no seu perfil que tu tem 16 anos, foi nessa idade que eu comecei com a bulimia, hoje tenho 26 anos.

    Quer a real?
    No começo parece um escape maravilhoso comer e depois vomitar, é uma sensação de vitória.
    Aí vem aquela frase idiota na sua cabeça:
    "Bulimia: dua vezes o mesmo sabor, nenhuma caloria."

    Depois você vai se cansando de fazer isso, perde o controle sobre si e percebe que está escravizada pela doença.
    Por fim, seus dentes encolhem, ficam amarelos e com o esmalte completamente corroído, eles estragam, quebram e caem devido ao ácido estomacal.
    No meu caso, hoje tenho refluxo gastroesofágico (DRGE) que é uma desgraça crônica, tenho que agradecer ao meu distúrbio.

    Então meu amor, seja forte e mantenha-se firme no tratamento!


    Beijocas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ps: esqueci de mencionar que hoje dependo de medicamentos como omeprazol para ter uma vida quase normal.
      É triste saber que eu cavei minha sepultura com meus próprios dentes.

      Excluir
  3. Nossa! Esse seu jantar.. To morrendo de fome! Me deu ate agua na boca.
    Case há pouco. Tem 1 ano. Faço faculdade sim, de enfermagem. E você?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhh! Sobre a mia! Serio, evite fiz três clareamentos dentais pra poder recuperar a cor dos meus dentes e ainda assim tem áreas amareladas fora q estraga o esmalte.

      Força flor!

      Excluir
  4. Seu cardápio (até o miado) está ótimo.

    Dica: freia a Mia enquanto você tem controle. Ela me deixou de herança um refluxo "maravilhoso". No fim das contas, acabei compensando o arrependimento de outras formas que não fosse vomitando (exercício físico, NF durante outras horas, alimentação leve no dia seguinte). De vez enquando penso em miar, as vezes, mesmo sem forçar acabo botando tudo pra fora as vezes. Prefiro compensar com exercícios hoje em dia. Fiz besteira, corro mais 1 ou 2km ou malho mais meia hora.

    Fique bem!
    Grande beijo.
    ;*

    ResponderExcluir